03 jun 2013

Asus lança 1º computador móvel 3-em-1

Asus lança 1º computador móvel 3-em-1

Asus comandou um evento em Taiwan nesta segunda-feira, 3, antecedendo a Computex 2013, e aproveitou para anunciar um monte de produtos. O destaque ficou para o que a empresa diz ser o primeiro computador móvel do mundo a funcionar em esquema três-em-um.

É o Transformer Book Trio, que tem uma tela removível de 11,6 polegadas e conta com dois sistemas operacionais: Windows 8 e Android. O da Microsoft fica instalado na base, no teclado, e o do Google, na tela; assim, dá para alternar entre notebook com Windows e tablet com Windows.

A base conta com processador Intel Core i7 de quarta geração e disco rígido de 750 GB, e serve como carregador para o tablet. Este vem com chip Intel Atom de 2 GHz, tem tela IPS 16:9 Full HD (1920×1080) e tem até 64 GB disponíveis para armazenamento. Essa tela também pode ser usada como monitor externo.

Mesmo usando dois sistemas completamente diferentes, o dispositivo consegue transitar entre eles. Há sincronia de dados ao navegar por um site, por exemplo, e alternar entre os formatos.

Na mesma linha foi lançado o Transformer Pad Infinity20130603124859 o primeiro produto móvel da empresa a ser equipado com processador NVIDIA Tegra 4 de 1,9 GHz, com CPU quad-core ARM Cortex-A15 e GPU GeForce de 72 núcleos.

O aparelho possui tela LED de 10.1 polegadas, com resolução de 2560×1600 e tecnologia IPS. Redesenhada, a base do teclado agora tem touchpad multitoque, USB 3.0 e leitor de cartões SDXC.

Na linha MeMO também há novidade: o MeMO Pad HD 7, tablet de 7 polegadas cujos valores de entrada nos Estados Unidos são US$ 129 (modelo de 8 GB) e US$ 149 (16 GB). Ele tem processador quad-core, tela IPS de 1280×800, câmera frontal de 1,2 megapixel e traseira opcional de 5 MP. Quando chegar às lojas, sairá nas cores azul, branco, rosa e verde.

Além disso, a Asus mostrou o phablet Fonepad Note FHD 6, um smartphone 3G grandão ou tablet pequenino, com tela de 6 polegadas. Ele tem processador Intel Atom Z2560 dual-core de 1,6 GHz e tela Full HD Super IPS+ de 1920×1080.

Share
31 maio 2013

Empresa cria impressora 3D de US$ 347

Empresa cria impressora 3D de US$ 347

O alto preço das impressoras 3D tem dificultado a popularização do aparelho. No entanto, um projeto que decolou com a ajuda da internet vai baratear a invenção.

Por meio do Kickstarter, uma fabricante financiou umprojeto de impressoras 3D populares que irão custar US$ 347 (R$ 733). Em apenas um dia, a empresa responsável recebeu todo o dinheiro necessário para a produção dos aparelho20130530142106s.

projeto arrecadou US$ 140 mil no total, US$ 40 mil acima do valor esperado em 30 dias. Devido ao sucesso, as 360 primeiras pessoas que fizeram doações ganharão uma unidade da impressora.

Os criadores do equipamento defendem que qualquer pessoa pode ter uma impressora 3D, sem a necessidade de saber utilizar o software de design CAD.

A impressora Buccaneer tem aplicativo Android e conexão Wi-Fi, recursos que os demais modelos lançados ainda não possuem.

O material utilizado para a fabricação dos protótipos é o mesmo que das concorrentes. A diferença, contudo, é que os objetos criados pela Buccaneer são menores (máximo de 25 cm), devido ao tamanho da máquina.

Share
31 maio 2013

Google oficializa novo visual do Gmail com filtros de conteúdo

Google oficializa novo visual do Gmail com filtros de conteúdo

Google anunciou nesta quarta-feira, 29, um novo design do Gmail que deve ser liberada para os usuários gradualmente durante as próximas semanas. A empresa comunicou a mudança através do seu blog oficial, e explica como o novo visual ajudará o usuário a organizar a sua caixa de entrada.

20120419180244

 

A grande novidade é a criação de 4 abas organizadas por categorias: Prioritário (para os amigos e contatos mais próximos), Social (para as redes sociais), Promoções (e-mails sobre ofertas de produtos) e Atualizações (como confirmações de compras e itinerários de voos). Os usuários também podem customizar a as abas e criar regras e filtros para remetentes específicos, como já é possível atualmente.

Share
31 maio 2013

Microsoft confirma volta do botão “Iniciar” no próximo Windows

Microsoft confirma volta do botão “Iniciar” no próximo Windows

Depois de muitas especulações, a Microsoftfinalmente divulgou no seu blog oficial nessa quinta-feira, 30, as novidades que o Windows 8.1 vai trazer aos usuários. 

Como já havia sido revelado por imagens de terceiros, o botão “Iniciar” volta ao Windows, mas com algumas diferenças: em vez de abrir o “menu Iniciar”, como acontecia normalmente até oWindows 7, o botão levará os usuários de volta à tela de início do Windows8.20130530193517
Outro recurso anunciado pela empresa é a possibilidade de personalizar as “Snap Views”, que permite rodar dois aplicativos lado a lado. Será possível escolher a proporção que mais agrada ao usuário, e até colocar três aplicativos lado a lado. 

É possível ter até mesmo duas cópias (ou duas janelas) do mesmo aplicativo rodando ao mesmo tempo. Na versão anterior, o “Snap Views” era limitado a apenas dois apps, com um deles ocupando um quarto da tela.

Microsoft também apostou na sincronização entre arquivos e configurações: agora, o aplicativo SkyDrive pode salvar arquivos localmente – na versão antiga, ele só podia ser usado para visualizar e acessar os documentos que já estavam na nuvem.

Além disso, qualquer dispositivo será automaticamente personalizado com as configurações e aplicativos do usuário cada vez que ele fizer login com uma conta Microsoft, como Outlook.

Share
31 maio 2013

Apple lança iPod touch mais barato

Apple lança iPod touch mais barato

Apple colocou mais modelo de iPod touch à venda; um mais barato.

O tocador de músicas tem 16 GB e vem sem a câmera traseira presente nos irmãos mais velhos – que têm 32 GB ou 64 GB de espaço para armazenamento.

Além disso, não há várias opções de cores, ele só será vendido em p20130530100532rata.

O preço? R$ 899 no Brasil, mas ele ainda não está disponível para compra. OiPod touch de 32 GB custa R$ 1.199 e o de 64 GB, R$ 1.599.

Share
22 maio 2013

Google revela novas ferramentas para desenvolvedores de aplicativos Android

O Google I/O é uma conferência voltada principalmente para os desenvolvedores. Por isso, não existe lugar melhor para a apresentação do Android Studio, a nova interface de produção de aplicativos para o sistema operacional que promete melhorar o trabalho de quem ganha a vida construindo softwares para celulares e tablets.

De acordo com Hugo Barra, vice-presidente da divisão Android do Google, as novidades apresentadas hoje são apenas a ponta do iceberg. As adições visam melhorar o faturamento de quem vende aplicativos pagos e facilitar o processo de tradução, de forma que os softwares sejam publicados em mais lojas internacionais.

Existem, por exemplo, ferramentas que permitem o rastreamento de anúncios exibidos, possibilitando que o desenvolvedor descubra que tipo de propaganda é mais lucrativo junto ao público. Além disso, o Android Studio vai dar dicas para otimizar os aplicativos construídos e melhorar o faturamento.

Muito apreciada pelos produtores presentes no Google I/O foi a possibilidade de liberação de versões Beta dos aplicativos. Lançamentos em fases também são permitidos, com o desenvolvedor escolhendo grupos de usuários para receberem determinadas atualizações ou softwares completos.

Por fim, há ainda um novo console focado exclusivamente em traduções, com ferramentas especializadas para esse fim. O upload de arquivos de linguagem também foi facilitado. Mais novidades sobre o Android Studio devem ser reveladas nos próximos meses.

Link para Download da nova ferramenta, Android Studio.

O post Google revela novas ferramentas para desenvolvedores de aplicativos Android apareceu primeiro em OraSystems Sistemas.

Share
21 maio 2013

Engenheiros da Google falam sobre fragmentação do Android

A conferência Google I/O, realizada durante essa semana na cidade de San Francisco, nos Estados Unidos, não é um espaço apenas para a Google apresentar as suas novidades. Focada nos desenvolvedores, a companhia promove ainda uma série de painéis e encontros em que os visitantes podem conversar diretamente com programadores e executivos.

Um dos painéis realizados contou com a presença de 11 engenheiros da equipe de desenvolvimento do Android que, durante 40 minutos responderam a diversas perguntas do público. Confira alguns dos momentos mais interessantes do bate-papo.

O que poderia ter sido feito diferente desde o início?

Para a engenheira sênior Dianne Hackborn, a equipe deveria ter mais controle sobre os aplicativos. Um grande exemplo disso é o provedor de configurações, em que as aplicações são executadas e apenas escrevemos para elas. “Isso é algo que não deveríamos ter feito”, comentou.

Como a equipe está trabalhando para combater a fragmentação do Android?

“Pensamos muito sobre isso”, disse David Burke, diretor de engenharia do Android. Ele explicou que muitos fornecedores de silício solicitam o código fonte aberto para fragmentá-lo e criar os seus próprios pacotes de suporte de placa (BSP), visando tornar o hardware compatível com o software.

Para agilizar esse processo, a equipe Android fez o código para a plataforma em mais camadas. Assim, se um fornecedor precisa modificar o código, pode fazer isso em uma camada à parte, sem afetar o sistema operacional inteiro. Somado a isso, há uma legião de usuários executando Gingerbread até hoje porque ele requer menos memória.

“Estamos procurando maneiras de tornar o Android mais eficiente para os smartphones de entrada para ajudar a melhorar essa situação”, completou.

Projeto Butter: sistema operacional mais suave

Anunciado durante a Google I/O do ano passado, o Projeto Butter (“manteiga”, em inglês) é uma iniciativa que tem como objetivo tornar a execução do sistema operacional mais “suave”, com menos atrasos e travamentos. Segundo Burke, a empresa fez muitos progressos com o Jelly Bean, mas ainda há muito a ser feito.

“Pode ser difícil tentar fazer a mesma experiência acontecer em todos os dispositivos existentes. Por conta disso, estamos trabalhando com foco em hardwares como o do Nexus 4, que já possuem GPU de alto desempenho”, explicou. A equipe pensa ainda que cada nova linha de código escrita não pode impactar negativamente na performance do sistema operacional.

 

O post Engenheiros da Google falam sobre fragmentação do Android apareceu primeiro em OraSystems Sistemas.

Share
20 maio 2013

Pacotão ajuda a executar programas antigos no Windows 8 e denunciar perfil falso no Facebook

Pacotão ajuda a executar programas antigos no Windows 8 e denunciar perfil falso no Facebook

>>> Executar programas antigos no Windows 8

Eu comprei um notebook com Windows 8 instalado e descobri que o ID está gravado na placa mãe, tentei entender isso melhor junto a Acer, mas não consegui as informações que preciso, pois lá só podem dar apoio a inicialização e configurações de fábrica.

A minha necessidade passa por eu ter que usar ainda o XP, pois utilizo alguns programas de “scannear” sistemas automotivos que não rodam com outro sistema mais moderno.
A minha ideia era usar esse notebook para “scannear” e para outras atividades como Internet e gerenciamento comercial da oficina, então teria que fazer uma partição e instalar o XP para rodar os scanners e manter o W8 para outras atividades.

Mas não estou conseguindo, não sei fazer, o Windows 8 está na placa mãe? Eu não tenho nem o ID da minha cópia que veio com o notebook, o suporte da Acer diz que não fornece porque eu não preciso. Pode me orientar em algo, para eu pelo menos iniciar isso no caminho mais certo? Não queria formatar e ter que comprar mais uma copia do Windows ou ter que voltar atrás muitas vezes. Ainda não há nada de importante no HD, somente aquela tranqueirada que vem com Windows 8.
Antonio Castilho

Olá Antonio!

Para que eu possa lhe passar orientações mais precisas, necessito que você poste na área de comentários o modelo do seu notebook. Porém, o serial o Windows 8 deve acompanhar o notebook que você adquiriu, pois a licença de uso também faz parte da aquisição do equipamento.

Sobre a instalação do Windows XP, você também deve levar em consideração que será preciso ter uma licença do sistema operacional. Porém, não existe garantia alguma que você encontrará drivers do Windows XP e que suportem o seu hardware. Uma alternativa para conciliar a sua necessidade com as restrições de compatibilidade de hardware e software é recorrer a virtualização. Uma excelente alternativa gratuita e fácil de usar é o VirtualBox (acesse aqui). E instalar o scanner e os programas que você precisa usar nessa máquina virtual.

>>> Denunciar perfil falso no Facebook

Fui vítima de um scammer e já o denunciei. Ele usa fotos de um modelo americano e tem vários perfis no Facebook. A partir do momento que o denunciei e nada aconteceu ele não só criou um outro perfil com o mesmo nome, mudando apenas a foto do modelo e começou a pegar amigos de minha lista, ele está me perseguindo e não consigo encontrar um local onde possa fazer a denúncia e provar que ele é um impostor golpista. Existe algum setor de suporte do Facebook que analise mais seriamente as denúncias, principalmente quando se trata de scammers? Déborah

Olá Déborah! Nem sempre o Facebook atende às denúncias na agilidade que se espera. Em alguns casos, pode ser que a denúncia seja considerada improcedente. Nesse caso, o ideal é fornecer mais detalhes para que os avaliadores tenham subsídios suficiente para tomar uma ação. Para casos semelhantes ao seu é possível formalizar a denúncia nesse link.

Vale salientar que se algum dos itens exigidos pelo serviço não estiver de acordo com o recomendado, a sua denúncia será desconsiderada. Para denunciar um perfil falso, você deve preencher o formulário de solicitação e incluir os seguintes itens:

– Imagem digital ou digitalizada de um documento de identificação emitido pelo governo (RG, habilitação ou passaporte);
– Declaração registrada em cartório que confirme a sua identidade;
– Cópia de um boletim de ocorrência sobre a sua solicitação.

Também é recomendável que você restrinja ao máximo o acesso as suas fotos, pois assim estará preservando a sua privacidade e dificultando a ação desse tipo de usuário na rede social.

O post Pacotão ajuda a executar programas antigos no Windows 8 e denunciar perfil falso no Facebook apareceu primeiro em OraSystems Sistemas.

Share
20 maio 2013

Aplicativo Cidade Legal ajuda a denunciar problemas como buracos na rua e semáforos quebrados.

Aplicativo Cidade Legal ajuda a denunciar problemas como buracos na rua e semáforos quebrados.

O potencial da combinaçao de smartphones com aplicativos ainda está longe de se esgotar. Combinando-se alguns de seus recursos mais poderosos, como a internet móvel, o GPS e a câmera, o celular pode transformar seu usuário em uma unidade independente de denúncias do que está acontecendo ao seu redor.

A empresa brasileira WBF Mobile é uma das que estão investindo no filão de aplicativos “cidadãos”, com o seu Cidade Legal, presente desde março no sistema iOS e que aportou na semana passada no Android. O objetivo é fazer com que você identifique e divulgue os problemas de infraestrutura de sua cidade, fotografando, marcando no mapa e postando nas redes sociais. As fotos não sobem de imediato, pois o sistema verifica se a ocorrência é real, e, cerca de duas horas depois, a foto é anexada à ocorrência.

“A inspiração veio quando cheguei em casa e tinha uma caçamba de lixo parada no estacionamento. A empresa e a prefeitura disseram que não podiam fazer nada e fiquei um mês convivendo com a situação. A partir daí, reuni a equipe e ficamos dois meses coletando informações de problemas similares”, conta Wilson Baraban, diretor de desenvolvimento da WBF Mobile.

A empresa, que defende que seu produto é inédito no mundo inteiro, chegou a uma lista de 44 diferentes problemas que podem ser identificados pelos usuários, como buracos nas ruas e calçadas, semáforos quebrados, postes apagados e lixo espalhado, entre outros. Em cerca de dois meses, já obteve 780 pontos marcados e 2.500 downloads na versão para iPhone.

O passo seguinte dos criadores do app está em andamento; eles negociam com 11 prefeituras brasileiras para que estas possam vir com as soluções – ou agendamento das mesmas – dos problemas levantados pelos usuários.

Colaboração

Uma iniciativa similar de “app cidadão” lançada no Brasil no ano passado foi o Safe City, da i4People, mas, ao contrário do Cidade Legal, o foco era mapear os crimes ocorridos em cada bairro. A empresa lançou versões para iOS e Android, que custam R$ 6,16 o download, mas a baixa procura do público fez com que a empresa desistisse de novas atualizações.

Ainda é cedo para saber o que será do Cidade Legal, porém seus criadores estão otimistas. “É importante para o desenvolvimento do aplicativo a participação maciça dos usuários, pois quanto mais pessoas marcam uma ocorrência, maior o peso da mesma”, defende Baraban.

O post Aplicativo Cidade Legal ajuda a denunciar problemas como buracos na rua e semáforos quebrados. apareceu primeiro em OraSystems Sistemas.

Share