20 maio 2013

Vale a pena migrar do Android ou iOS para o Windows Phone?

Vale a pena migrar do Android ou iOS para o Windows Phone?

Usuários do iPhone ou de celulares com Android podem ficar seduzidos por alguns aparelhos com Windows Phone, sistema operacional da Microsoft, mas não é fácil decidir por trocar de plataforma móvel. Para te ajudar a decidir se vale a pena migrar do Android ou do iPhone para o WP, o TechTudo preparou uma análise entre os softwares.


Tela inicial

A tela inicial do Windows Phone, em todas as suas versões, é customizável e composta por ícones coloridos grandes, as Live Tiles, que ocupam toda a tela do celular. Se o aplicativo vinculado for um game ou app de mensagens, por exemplo, o ícone exibe informações adicionais, o que deixa a aparência do celular bem diversificada e com mais conteúdo logo na tela inicial.

Essa funcionalidade não existe no iOS 6, da Apple. Após destravar o iPhone, os aplicativos são dipostos de maneira uniforme, sem a existência de uma tela home separada ou de widgetsà mostra. O máximo que você pode fazer no sistema proprietário é criar pastas com vários apps agrupados. A Apple mantém esse design desde 2007, no primeiro smartphone da empresa.

O Android possui uma tela home separada de outras interfaces idênticas ao iOS, onde ficam os aplicativos. Nessa tela inicial do sistema do Google o usuário pode customizar quais widgets ficarão aparentes, a imagem de fundo, os apps que estarão em uma posição privilegiada dentro do smartphone e várias outras opções. Tudo isso é permitido graças ao código aberto do software. No entanto, comparando com o Windows Phone, essa configuração do Android é mais dificil de ser organizada pelo dono do celular.

Frente do Lumia 920: detalhe da câmera de videochamada (Foto: Allan Melo / TechTudo)Lumia 920 é um dos principais modelos com o sistema Windows Phone (Foto: Allan Melo / TechTudo)

Desempenho

O Windows Phone 7, a primeira versão do sistema, chegou em smartphones como Samsung Omnia 7, LG Quantum e HTC 7 Mozart, modelos que possuem processadores de 1 GHz. Ou seja, com um portifólio limitado de produtos, o Windows Phone surgiu com qualidade no mercado.

Na mesma época, o iPhone 4 possuía um chip A8 também com 1 GHz, praticamente equivalente aos aparelhos com Windows na época. O Android, diferente dos dois concorrentes, estava em aparelhos com processadores de cerca de 600 MHz até outros smartphones mais potentes.

Por esse motivo, se você quer um sistema que esteja em vários aparelhos, mas que preza pela qualidade, o Windows Phone é uma opção diante dos rivais iOS e Android. O sistema da Microsoft é tão bom que beneficiou o principal parceiro do sistema operacional, a Nokia. As duas empresas anunciaram parceria em 11 de fevereiro de 2011.

Quantidade de aplicativos disponíveis

Na versão mais recente, o Windows Phone 8 tem mais de 120 mil apps em sua loja virtual. O sistema da Microsoft tende a valorizar os programas que vem embutidos no celular, como o navegador Internet Explorer.

Bug na Windows Phone Store pede que usuário pague por aplicativo já comprado (Foto: Divulgação)Windows Phone ainda possui poucos apps
(Foto: Divulgação)

Em comparação, o iTunes da Apple tem aproximadamente 700 mil programas em sua loja, o mesmo número do Google Play. Ou seja, nesse quesito, o Windows Phone ainda deixa muito a desejar. Os concorrentes tem praticamente seis vezes mais o número de aplicativos que a Microsoft possui.

Apesar de contar com os principais apps dos dois rivais – como WhatsApp, Facebook, Twitter e Foursquare -, muitos usuários ainda sentem falta de programas considerados “essenciais” atualmente em um smartphone, como o Instagram. O programa de imagens ainda não tem previsão de lançamento para o Windows Phone.

Segurança

Apesar de existir em menos aparelhos do que o Android, engana-se quem acha que o Windows Phone é necessariamente mais seguro. Um bug envolvendo o sistema de SMS, por exemplo, faz com que o Windows Phone 7 trave. Mas, ainda assim, a quantidade de vírus e malwares destinados à plataforma é bem inferior aos existentes no sistema do Google.

O Android sempre será um sistema mais vulnerável, pelo seu grande portfólio de aparelhos, mas seu código é aberto e desenvolvedores podem criar novos mecanismos de proteção. Já o iOS, por ser um sistema proprietário, constantemente é atualizado para ter a melhor performance nos iPhones e iPads.

Portanto, se a questão for trocar o Android pelo Windows Phone pela segurança, talvez não valha a pena. A melhor opção, nesse sentido, são os aparelhos desenvolvidos pela Apple.

Conclusão

Windows Phone é um ótimo sistema operacional para quem quer sair da mesmice em que estão o Android e o iOS, sempre com as mesmas interfaces. O WP é um sistema estável e com uma segurança razoável. Osoftware também está presente em smartphones topo de linha da Nokia, que tem caprichado em produtos bem acabados da série Lumia.

O sistema é inferior na quantidade de aplicativos, que ainda está muito abaixo dos concorrentes. Portanto, se você faz questão de ter uma variedade enorme de programas e as mais recentes atualizações do mercado, o Windows Phone pode ser um pouco decepcionante.

Assim, se você cansou da mesma interface e usabilidade presentes nos sistemas Android e iOS, o Windows Phone é uma ótima opção. Os aparelhos que chegam ao mercado com a plataforma são excelente e, caso você não se importe com a ainda baixa quantidade de aplicativos, vai curtir muito a opção.

O post Vale a pena migrar do Android ou iOS para o Windows Phone? apareceu primeiro em OraSystems Sistemas.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *