03 maio 2017

Lightshot: ferramenta faz você esquecer de vez o paint

Lightshot: ferramenta faz você esquecer de vez o paint

O Paint do Windows sempre foi uma ótima ferramenta para quem queria capturar imagens do computador e enviar por e-mail, redes sociais e outras mídias, mas outras apps vieram e o deixaram completamente obsoleto.

O Lightshot é uma ferramenta que ajuda muito na hora de selecionar qualquer area da sua tela, adicionar algum texto de observação, grifar algum ponto importante e até imprimi-lo. E a ferramenta é multiplataforma, o Lightshot está disponível para Windows/Mac, Chrome, Firefox, IE & Opera.

A forma mais rápida de fazer uma captura de tela personalizável

Confira o vídeo abaixo monstrando a ferramenta em funcionamento

Vantagens

Captura de tela rápida da área selecionada
Programa permite que você selecione qualquer área em sua tela e capture ela em apenas 2 cliques

Compartilhar imagens na internet
Faça upload de suas imagens no servidor para conseguir um link rapidamente.

Editores poderosos
Você pode editar as capturas instantaneamente, ou depois usando o editor poderoso online

Pesquisa de imagens semelhantes
Selecione qualquer imagem em sua tela e encontre várias imagens semelhantes.

Caso tenha alguma dificuldade, segue abaixo link com tutorias de como instalar e usar a ferramenta:

https://app.prntscr.com/pt-br/tutorials.html

O Lightshot tornou-se nossa ferramenta oficial para enviar prints, experimente.

Share
14 out 2016

6 profissões de TI que devem crescer nos próximos anos.

6 profissões de TI que devem crescer nos próximos anos.

Procurando um emprego ou pensando em qual área investir na hora de fazer um curso ou se especializar? Confira as 6 profissões de tecnologia da informação que devem crescer nos próximos anos:

6. Administrador de rede e sistemas: +8%

Apesar da tendência de migração para a nuvem, as empresas ainda precisam de administradores de sistemas e de redes. Por isso, as vagas devem crescer 8% em 8 anos.

5. Cientistas de dados: +16%

Ganhando bem, os cientistas de dado devem permanecer no mercado por bastante tempo. A previsão é de que a profissão cresça 16% nos próximos anos.

4. Engenheiro de software: +17%

A engenharia de software é uma área bastante demandada em quase todas as empresas de tecnologia do mundo e também em empresas que trabalham em outros setores. Por isso, a previsão é de que as vagas nesse segmento cresçam 17%.

3. Analista de segurança da informação: +18%

A segurança é uma preocupação crescente. Assim, é importante que existam profissionais que saibam como manter os dados seguros.

2. Analista de sistemas: +21%

Com o aumento no uso de dispositivos como PCs, smartphones e dispositivos conectados, o número de vagas de analistas de sistemas também crescerá.

1. Desenvolvedor web: +27%

Apesar de não ser um dos trabalhos do setor que paga mais, o cargo de desenvolvedor se destaca pela demanda: até 2024, a expectativa é de que as vagas cresçam 27% em todo o mundo.

Share
16 maio 2016

Pesquisadores criam app que consegue detectar Parkinson e Alzheimer pela voz

20160511124612_660_420

(Foto : Reprodução)

Pesquisadores indianos estão desenvolvendo um aplicativo para Android capaz de detectar doenças como Alzheimer e Parkinson em fases iniciais com base na voz dos usuários. O app também consegue detectar problemas psicológicos, como depressão e tendeências suicidas, por meio de alterações dos padrões de fala.

Segundo a pesquisadora Susmita Bhaduri da fundação de pesquisa Deepa Ghosh, o aplicativo oferecerá um método de detecção rápida de doenças e problemas como esses. Em geral, o tratamento de Alzheimer começa apenas 2 a 3 anos após a primeira manifestação dos sintomas, por problemas de diagnóstico. O aplicativo pretende reduzir esse tempo.

O aplicativo se vale de parâmetros de voz coletados com base em duas emoções: raiva e tristeza. Por meio da análise de mais de 1200 amostras de voz, os pesquisadores conseguiram criar padrões de voz considerados normais. Os desvios com relações a tais padrões podem indicar primeiros sintomas de Alzheimer ou mesmo de problemas psicológicas.

Com essa ferramenta, pessoas nos grupos de risco dessas respectivas doenças teriam um mecanismo de acompanhamento diário no próprio smartphone. O aplicativo ainda está em fase de validação com outros institutos de pesquisa indianos. Segundo o Times of India, o país tem 4,1 milhões de pessoas que sofrem de demência associada a Alzheimer.

Share
05 maio 2016

Como se tornar uma pessoa melhor em 7 dias

felicidade-shutterstock
(FOTO: SHUTTERSTOCK)

Você gostaria de se tornar uma pessoa melhor, seja no âmbito pessoal ou profissional? Para muitas pessoas, o desejo de melhorar constantemente, de estar sempre mudando e amadurecendo é o que as move. Se você se inclui nesse grupo, saiba que nunca é tarde para começar.

Lolly Daskal, uma norte-americana que fundou uma empresa de coaching e consultoria, escreveu um artigo para a Inc. listando sete questões para fazermos para nós mesmos. A ideia é que o desafio dure uma semana e você se faça uma pergunta por dia. “Se você conseguir perguntá-las com coragem,  respondê-las com sinceridade e colocar em prática o que você aprender, os próximos sete dias serão uma aula sobre como se tornar uma pessoa melhor”, diz.

Dia 1: Que impressão eu passo?
Comece o dia prestando atenção no que você fala para você e para os outros. A maneira como suas palavras e seus pensamentos soam são bons indicadores de como você pensa. Na maior parte do tempo, você expressa pessimismo ou otimismo? Aceitação ou julgamento? Aprenda a selecionar seus pensamentos e as mudanças no seu discurso e comportamento aparecerão. Tente soar do jeito que você gostaria de se sentir.

Dia 2: O que eu preciso aprender?
Sentir que você já sabe tudo o que precisa saber te tira a oportunidade de aprender mais. Pergunte a si mesmo o que você gostaria de aprender. Pode ser cultivar um novo hábito, atualizar seus conhecimentos ou começar algo totalmente novo, como uma nova língua. Se você não tem vontade de aprender, ninguém poderá te ajudar, mas se você estiver determinado, ninguém poderá te segurar. Faça um plano hoje do que pretende estudar amanhã.

Dia 3: Como ter mais propósito?
Ter mais propósito te torna mais presente e, consequentemente, mais disponível para os outros e para si mesmo. O que você pode fazer hoje para ter um propósito maior, ser mais acessível e mais presente? Lembre-se que sua história é relevante, sua opinião importa e você pode criar um impacto. “O propósito da vida é descobrir seu dom. O trabalho de uma vida é desenvolvê-lo. O sentido da vida é doá-lo”, como define David Viscott.

Dia 4: Como eu posso me tornar um exemplo para as pessoas?
Para ser um bom modelo é preciso, primeiro, amar e respeitar a si mesmo. É uma posição privilegiada que exige um mergulho interno para entender o que é importante para você. É também um esforço para ser cada vez mais a melhor pessoa possível para que seja possível liderar pelo exemplo. Não tem a ver com se tornar outra pessoa, apenas ser coerente com suas crenças e valores, com seus pontos fortes e fracos. Busque ser esse modelo autêntico, sendo o melhor de você mesmo.

Dia 5: Quem eu preciso perdoar?
Que pessoa e que situação na sua vida você precisa perdoar? De qual raiva você precisa se livrar? Você pode se tornar uma pessoa melhor consertando essas mágoas. Pense em alguém que você pode perdoar para seguir em frente.

Dia 6: Como colocar mais amor na minha vida?
O poeta romano Ovídio disse que “se você quer ser amado, seja amável”. Para aumentar o amor na sua vida, coloque-o em mais situações. Amor próprio, pelos amigos, pela família, pelos colegas, enfim, trate todos que estão a sua volta como um ser querido. E não espere nenhuma recompensa por isso.

Dia 7: Como cultivar a gratidão?
Encare os últimos dias com gratidão. Agradeça por quem você é, pelo que você tem, pelo que você está se tornando e pelo que você vai ganhar. O que te faz feliz na vida? Do que você se orgulha? Não apenas pense nelas, mas seja sinceramente grato pelas coisas boas. Pelas coisas ruins também, já que elas permitem crescer, aprender e criar empatia. A gratidão faz com que apreciemos mais o que temos.

Gratidão, perdão e aprendizado são passos importantes para melhorar constantemente.

Share
20 abr 2016

Fazenda irá descontinuar emissores gratuitos da Nota Fiscal Eletrônica e Conhecimento de Transporte Eletrônico em 2017

Fazenda irá descontinuar emissores gratuitos da Nota Fiscal Eletrônica e Conhecimento de Transporte Eletrônico em 2017

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo informa que a partir de janeiro de 2017 os aplicativos gratuitos para emissão da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) serão descontinuados.

Com a gradual adesão das empresas aos sistemas de documentos eletrônicos, o Fisco Paulista verificou que a maioria dos contribuintes deixou de utilizar o emissor gratuito e optou por soluções próprias, incorporadas ou personalizadas a seus sistemas internos.  No mercado há muitas opções de emissores, alguns deles com uma versão básica gratuita.

Os emissores gratuitos são oferecidos pela Secretaria da Fazenda aos contribuintes desde 2006, quando teve início o processo de informatização dos documentos fiscais e sua transmissão via internet com o objetivo de massificação do seu uso. Apesar dos investimentos realizados, recente levantamento da Secretaria da Fazenda aponta que o total de NF-e’s geradas por empresas que optaram por emissores próprios somam 92,2%. No caso do CT-e, o número é ainda maior: 96,3% dos documentos são gerados por emissores próprios.

Os contribuintes que tentarem realizar o download dos emissores de NF-e e CT-e receberão a informação sobre a descontinuidade do uso dos aplicativos gratuitos. A partir de 1º de janeiro de 2017 não será mais possível fazer o download dos emissores.

A Secretaria da Fazenda recomenda que os usuários que já tenham o aplicativo instalado, façam a migração para soluções próprias antes que a introdução de novas regras de validação da NF-e e do CT-e impeçam o seu correto funcionamento.

Fonte: Secretaria da Fazenda de SP

10

Share
19 mar 2016

Liberar POP-UPs de Notificação

Opaaaaa que legal!

Agora sua empresa pode receber informações via POP-UP da Orasystems.

A Orasystems envia por meio de sua página web (www.orasystems.com.br) pop-ups de informações para você.

Notificamos sobre: Novidades de nossos Softwares, regras fiscais, manual de configuração, exigências contábeis, instruções de utilização de nossos produtos, informações sobre a Orasystems e muito mais….

Faça a liberação dos pop-ups e fique atualizado…

GDE Error: Requested URL is invalid
Share
10 fev 2015

5 passos para desenvolver um aplicativo

5 passos para desenvolver um aplicativo

O mercado de aplicativos é algo que cresce cada vez mais no setor da tecnologia. Só em 2013, o aumento foi de 65% segundo a pesquisa “Hábitos de Consumo de Mídia pela População Brasileira”, do IBOPE. Contudo, enquanto muitas pessoas e empresas pensam em criar seu próprio app, falta informação ou uma boa estratégia de como chegar lá.

Pensando nisso, a Infobase Interativa criou um “passo a passo” com cinco etapas de como criar um app. Confira abaixo quais são elas:

Reprodução

Share
09 set 2014

Filtros de linha, estabilizadores e nobreaks. Qual a diferença?

Filtros de linha, estabilizadores e nobreaks. Qual a diferença?

Filtros de linha, estabilizadores de tensão, Nobreaks… Todos esses três dispositivos servem para proteger seus equipamentos eletrônicos de um surto repentino de tensão, frequência ou corrente elétrica. Mas você sabe qual é a diferença entre eles? Como funcionam? E até como escolher o melhor para você?

Se a única preocupação é não ter nenhum equipamento elétrico-eletrônico queimado por um surto na rede elétrica, um filtro de linha pode ser suficiente. Os filtros de linha eliminam ou minimizam possíveis ruídos da rede elétrica. Um exemplo de surto de tensão é quando um raio atinge a região próxima à sua residência ou escritório – a altíssima descarga elétrica pode danificar qualquer equipamento ligado na tomada.

Qualquer equipamento pode ser ligado a um filtro de linha. O dispositivo é indicado para TVs, DVDs, Blu-Rays, videogames e por aí vai. Aparentemente o filtro de linha mais parece uma extensão comum, mas ele faz muito mais do que permitir que diversos equipamentos sejam ligados a uma única saída.

Um nível acima dos filtros de linha estão os estabilizadores de tensão. Além de possuir a mesma função dos filtros de linhas, os estabilizadores protegem os eletrônicos de variações bruscas de tensão.

Ou seja, se a tensão estiver baixa, o estabilizador vai elevar sua potência através de um transformador interno; ao mesmo tempo, se a potência vier alta demais, o estabilizador vai limitar essa energia para que o equipamento a ele ligado receba o nível mais próximo do ideal.

Uma dica é importante, para escolher o estabilizador ideal para você, é preciso fazer algumas contas simples. É preciso levar em conta a carga da potência que vai ser conectada ao estabilizador de tensão. Cada estabilizador possui uma potência máxima. Some as potências de todos os aparelhos que serão conectados a ele e acrescente uma folga de 20%. Assim você vai acertar na hora de escolher seu estabilizador e consequentemente proteger corretamente seus equipamentos.

No patamar mais alto da proteção estão os Nobreaks. Além de estabilizar a tensão e possuir um filtro de linha interno, o dispositivo protege os equipamentos nele ligados em caso de uma interrupção no fornecimento de energia elétrica. O NoBreak é uma fonte de alimentação ininterrupta. Ele fica ligado na tomada, mas quando a energia cai, passa a funcionar por meio de baterias instaladas no interior do aparelho.

Em teoria, um Nobreak pode trabalhar com qualquer equipamento eletrônico. Mas mais do que fornecer energia, ele também protege seus aparelhos. Se você não quer que qualquer eletrônico desligue repentinamente em caso de queda de energia, um NoBreak é a melhor solução.

Estabilizadores de tensão e NoBreaks são os mais indicados para proteger computadores e servidores. A diferença entre os dois equipamentos é basicamente o fornecimento de energia das baterias do NoBreak.
Uma dica importante é: evite ligar mais de um aparelho, como ligar um nobreak num estabilizador de linha – essa combinação pode mais atrapalhar que ajudar. Agora você já sabe o que escolher para proteger seus eletrônicos. Não vacile, afinal nossa energia elétrica no Brasil está longe de ser limpa e estável. Se restar alguma dúvida, participe, deixe seu comentário no nosso site.

Fonte: Olhar Digital

Share
04 set 2014

Para que servem os diversos processos svchost.exe?

Para que servem os diversos processos svchost.exe?

Usuários indignados com a lentidão que suas máquinas apresentam depois de certo tempo de uso acabam recorrendo a diversas alternativas para tentar ganhar algum desempenho. Uma delas é usar a combinação de teclas “CTRL + SHIFT + ESC” para abrir o Gerenciador de Tarefas e fechar os processos que o usuário considera desnecessários.

O problema em se fazer isso é que nem sempre sabemos a que exatamente os processos abertos se referem, ou qual a sua importância para o bom andamento das tarefas do Windows. Esse fato é ainda mais grave quando falamos de um processo específico, que intriga muitos usuários: o “svchost.exe”.

As famosas DLLs

Todos os sistemas operacionais da Microsoft utilizam as “Dynamic-link Libraries” ou “DLLs” para os serviços importantes, que são responsáveis pelas tarefas internas do sistema. Praticamente todos os programas utilizados no Windows acessam pelo menos um dos arquivos DLL presentes nas pastas de sistema.

O problema é que arquivos DLL não são executáveis, e é aí que entra o papel do processo “svchost.exe”. Se você entende inglês, pode perceber que o nome do arquivo lembra a expressão “service host” ou “hospedeiro de serviços”. A função desse executável é justamente essa: ser a interface entre DLLs dos serviços do Windows e os demais componentes do sistema e executá-los quando necessário.

Um detalhe a ser exposto é que é simplesmente inviável abrir um processo para cada DLL carregada pelo sistema. Por isso, cada um dos processos “svchost” abertos cuida de um grupo determinado de DLLs. Por exemplo: um dos processos gerencia os serviços de rede, outro mantém funcionando a segurança, e assim por diante.

Posso finalizar um dos “svchost.exe”?

Depende. Muitos serviços do Windows são essenciais para o seu funcionamento, ou mesmo para manter a segurança do sistema intacta. Dentro de um dos processos “svchost”, por exemplo, são controladas as funções do Firewall nativo e, se fechado, poderá deixar seu computador vulnerável a ataques provenientes da web.
Entretanto, como todo usuário de Windows sabe, muitos serviços executados são simplesmente inúteis para alguns perfis de usuário. Sendo assim, convém desligá-los completamente para ganhar performance, desde que o usuário tenha a certeza de que o serviço realmente está só ocupando espaço na memória e tempo de execução do processador.

ATUALIZAÇÃO: conforme apontado por diversos usuários no sistema de comentários, a caixa de seleção “Mostrar processos de todos os usuários” deve estar marcada para que os processos “svchost.exe” apareçam na lista. O Portal Baixaki agradece a comunidade por terem atentado para esse detalhe.

Vírus e malwares

Alguns programas maliciosos são capazes de se disfarçarem como parte integrante do sistema, nomeando seus processos como “svchost.exe” e confundindo o usuário. Um bom antivírus, com as últimas definições, costuma detectar esse tipo de ameaça sem problemas, mas o usuário também pode tentar descobrir se um processo aberto é legítimo ou suspeito.

Share
28 ago 2014

9 livros que todo profissional de TI precisa ler

9 livros que todo profissional de TI precisa ler

Quem quer se dar bem na indústria de tecnologia não pode se conformar apenas com o que
aprende nos cursos especializados, também é necessário ter uma bagagem cultural que apoie tudo o que é visto em salas de aula e no mercado.

Uma boa forma de fazer isso é através da leitura, mas isso não significa que você tenha de
comprar apenas livros sobre tecnologia. Na visão de executivos e professores consultados
pelo Olhar Digital, o profissional pode ir atrás de conteúdo mais variado, mas que no fim
acaba ajudando na sua formação.

Confira algumas sugestões:

Sidney Sossai, executivo de Social Business da IBM Brasil

Quem disse que os elefantes não dançam?, de Louis V. Gerstner

“Em 1995 eu estava cursando faculdade de Tecnologia da Informação, e já tinha iniciando
minha carreira na área de tecnologia. Nessa época fui convidado a participar de um processo
de seleção na IBM – Windows, computação distribuída, Internet, mobilidade ainda eram
sonhos e futurologia. Deixei meu emprego de carteira assinada, e apostei no estágio da IBM
em um momento de muita transformação. Essa decisão praticamente transformou minha vida profissional, pois foi quando eu desenvolvi minha carreira, aprendi a lidar com a complexidade de uma grande empresa.

A mensagem que o livro me traz é que temos de estar sempre preparados para as
transformações, sejam elas profissionais ou pessoais. A única certeza que temos é que elas
irão acontecer, o desafio é estar preparados para quando elas virão.”

Ernesto Haberkorn, sócio-fundador da TOTVs

Contabilidade Tributária, de Gustavo Oliveira

“O melhor livro que já li é Contabilidade Tributária, do professor Gustavo Oliveira. Como trabalho com programação de sistemas ERP, sempre tive muita dificuldade em entender nossa complexa legislação tributária. E este livro apresenta, de forma clara e objetiva, os principais tributos a serem pagos por uma empresa. Desde o Imposto de Renda até o ICMS, passando pelo PIS, COFINS, ISS, IPI, CSLL, INSS e ISS. Tenho indicado esse livro aos meus colaboradores, justamente porque quase todos os livros que tratam desta matéria não são muito esclarecedores. Este explica os porquês de cada lei de forma clara e objetiva. É uma obra que contribui muito com os profissionais.”

Silvio Celestino, especialista em carreira e sócio-fundador da Alliance Coaching

O poder dos quietos, de Susan Cain

“O mundo é formado tanto por pessoas introvertidas quanto extrovertidas e ambos possuem dificuldades inerentes à sua natureza no mercado de trabalho. Conhecer essas características e como utilizá-las de forma a diminuir seus gaps e potencializar suas qualidades é um fator de sucesso. O livro fala sobre essas características e como cada tipo pode aprimorar-se, estabelecer relacionamentos apropriados e, acima de tudo, agir para realizar a vida que deseja e atingir os resultados desejados.”

Mulheres que correm com os lobos, de Clarissa Pinkola Estés

“Durante a carreira no mundo empresarial, a pessoa pode ter de enfrentar situações que se parecem com a sobrevivência em uma selva: defender-se de predadores, abandonar ideias passadas e amadurecer. Esse percurso deve ser feito com cuidados que são essenciais a todos, mas, especialmente, à mulher, que sofre mais barreiras e dificuldades para se impor na profissão. O livro é um excelente alerta e chamado à realidade e mostra como o amadurecimento é um caminho a ser trilhado de maneira cuidadosa, mas firme, para a vida.”

Agesandro Scarpioni, coordenador do curso de Sistemas de Informação da FIAP

Engenharia de Software – Uma Abordagem Profissional, de Roger S. Pressman

“Eu tenho como sugestão e até como um livro de cabeceira para quem é da área de TI. É o livro do Roger Pressman, que já está na 7º Edição, eu uso desde a minha época da especialização em engenharia de software no ano de 2000, é atualizado com frequência e serve tanto para alunos de graduação quanto para profissionais de TI.

Seu nome é Engenharia de Software – Uma Abordagem Profissional, é um livro em que diversos assuntos relacionados a TI são abordados de forma simples, possibilitando ao leitor conhecer as várias etapas do processo de engenharia de software, passando por modelagem e arquitetura, gestão de projetos e gestão da qualidade, incluindo os conceitos iniciais de UML e orientação a objetos.”

Almir Meira Alves, coordenador dos cursos de Engenharia da Computação e Engenharia de Produção 2.0. da FIAP

A Startup Enxuta – Como Os Empreendedores Atuais Utilizam a Inovação, de Eric Ries; Novos Negócios Inovadores de Crescimento Empreendedor No Brasil, de Silvio Meira; Project Management Body of Knowledge, do Instituto PMI;Gerenciamento Ágil de Projetos – Aplicação em Produtos Inovadores, de Daniel Capaldo Amaral

“Os dois primeiros livros são indicados para os profissionais com perfil empreendedor, que desejam empreender como empresários ou como empreendedores internos em empresas de tecnologia. Os dois livros ensinam como empreender com rapidez, planejamento e baixo investimento inicial.

Os dois últimos livros falam sobre a arte do gerenciamento de projetos. Todo profissional de TI deve entender seu trabalho como uma sucessão de projetos, em que ele deve conhecer, além da parte técnica, das áreas mais gerais do conhecimento em projetos, como RISCOS, CUSTOS, TEMPO, RH E COMUNICAÇÕES, entre outras áreas.

Eu diria que estes 4 livros podem ajudar o profissional de TI a ter uma visão estratégica do negócio e entender como a TI pode atender os objetivos principais do negócio, aproximando-se das áreas chaves de tomada de decisão.”

Share