15 maio 2017

Especialistas acreditam que outro ataque cibernético pode ser iminente; veja como se proteger

Especialistas acreditam que outro ataque cibernético pode ser iminente; veja como se proteger

Um novo ataque cibernético, ainda mais forte que o de sexta-feira passada, quando 125 mil sistemas de computadores em mais de 100 países foram afetados por um vírus, pode estar iminente, de acordo com especialistas em segurança da informação.

E um dos alertas vem do pesquisador britânico “MalwareTech”, que ajudou a parar o episódio de ransonware (chantagem para desbloquear ou devolver arquivos capturados) conhecido como Wanna Decryptor. Ele crê que esta segunda-feira já poderá marcar uma nova investida.

Também mostrou preocupação o chefe da Europol (a agência policial da União Europeia), Rob Wainwright. Em entrevista à BBC, ele disse que ameaça de ataques cibernéticos é crescente.

Wainright pediu que usuários de computadores ao redor do mundo façam atualizações de segurança em seus sistemas operacionais.

O vírus se aproveita de uma vulnerabilidade do Microsoft Windows que teria sido identificada pela Agência Nacional de Segurança dos EUA, a NSA – e que fez a Microsoft criar um “patch” (nome dado a um programa gratuito para consertos). Mas muitos usuários não o haviam instalado.

“As pessoas precisam urgentemente instalar o programa em seus computadores”, disse o pesquisador, de apenas 22 anos, à BBC.

MalwereTech descobriu, de forma acidental, uma espécide de “botão de emergência” que desativava o vírus para evitar que seu código fosse estudado. Mas ele adverte que uma nova versão do WannaCrypt pode corrigir a falha.

Como os usuários podem se proteger?

Mantenha o computador atualizado

O ransomware aproveitou uma falha na segurança do Windows, para a qual a Microsoft já tinha disponibilizado um “patch” há mais de um mês. É impossível atualizar os computadores automaticamente, então usuários devem instalar atualizações de segurança tão cedo elas apareçam.

Não abra emails suspeitos

Uma das maneiras mais usadas para espalhar um vírus é através de emails com arquivos anexados que, quando abertos, tomam conta de seu computador. Não abra mensagens de pessoas ou instituições desconhecidas e tampouco arquivos anexados que pareçam incomuns, mesmo quando enviados por contatos conhecidos.

Faça cópias de segurança de seus arquivos

Uma operação básica, mas que pode garantir paz de espírito em caso de ataques cibernéticos.

Use antivírus

Um conselho antigo, mas efetivo. Programa deste tipo podem deter um ataque ou identificar uma ameaça.

Responsáveis

Darien Huss, da empresa de tecnologia Proofpoint, também espera novos ataques.
“Suspeito que a quantidade de atenção que esse incidente gerou pode fazer com que haja gente trabalhando para desenvolver este vírus”, diz.

Huss não acredita que tenha sido um ataque patrocinado por algum governo.

“Foi um ataque tão simples e tão pouco sofisticado, que isso me leva a crer que se trata de alguém talentoso, mas amador”.

Investigadores estão tentando rastrear os responsáveis pelo ataque.

“Usaremos todas os nossos meios para levar os responsáveis à justiça”, disse Oliver Gower, da Agência Nacional contra o Crime, no Reino Unido, país em que o vírus afetou parte dos computadores de seu sistema público de saúde.

Fonte BBC

Share
03 maio 2017

Lightshot: ferramenta faz você esquecer de vez o paint

Lightshot: ferramenta faz você esquecer de vez o paint

O Paint do Windows sempre foi uma ótima ferramenta para quem queria capturar imagens do computador e enviar por e-mail, redes sociais e outras mídias, mas outras apps vieram e o deixaram completamente obsoleto.

O Lightshot é uma ferramenta que ajuda muito na hora de selecionar qualquer area da sua tela, adicionar algum texto de observação, grifar algum ponto importante e até imprimi-lo. E a ferramenta é multiplataforma, o Lightshot está disponível para Windows/Mac, Chrome, Firefox, IE & Opera.

A forma mais rápida de fazer uma captura de tela personalizável

Confira o vídeo abaixo monstrando a ferramenta em funcionamento

Vantagens

Captura de tela rápida da área selecionada
Programa permite que você selecione qualquer área em sua tela e capture ela em apenas 2 cliques

Compartilhar imagens na internet
Faça upload de suas imagens no servidor para conseguir um link rapidamente.

Editores poderosos
Você pode editar as capturas instantaneamente, ou depois usando o editor poderoso online

Pesquisa de imagens semelhantes
Selecione qualquer imagem em sua tela e encontre várias imagens semelhantes.

Caso tenha alguma dificuldade, segue abaixo link com tutorias de como instalar e usar a ferramenta:

https://app.prntscr.com/pt-br/tutorials.html

O Lightshot tornou-se nossa ferramenta oficial para enviar prints, experimente.

Share
07 abr 2017

Nova Tabela de NCM entra em vigor no começo de 2017

Nova Tabela de NCM entra em vigor no começo de 2017

Alterações na Tabela de NCM (Classificação Fiscal) 2017.

Nova tabela de NCM descrita na Resolução Camex nº 125/16 do dia 15 de Dezembro de 2016. A Resolução apresentou inclusões e exclusões de códigos NCM para entrarem em vigência a partir do dia 1º de Janeiro de 2017.

Foram incluídos 481 novos códigos na nova Tabela de NCM. Eles poderão ser informados na NFe a partir de Fevereiro de 2017.

A mudança excluiu 331 códigos NCM da tabela. Estes terão vigência até o final de Março de 2017. Após este período, as NFes que informarem um desses NCM poderão ser rejeitadas pela regra de validação: Rejeição 778: Informado NCM inexistente.

A lista de todos os NCM novos e excluídos pode ser baixada aqui. Os códigos novos estão em verde com data de Início de vigência como dia 01/01/2017. Já os códigos excluídos estão em vermelho, com data de Fim de vigência como dia 31/03/2017.

Baixar Tabela NCM 2017

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share
16 set 2015

Colaboradores da OraSystems participam de minicurso em Jales

Colaboradores da OraSystems participam de minicurso em Jales

Durante o evento Compweek ocorreu o minicurso “Desenvolvimento mobile multiplataforma com Rad Studio XE 8“, a OraSystems esteve presente com alguns colaboradores, com o intuito de adquirir mais conhecimento e utiliza-los em novas aplicações. Foi ministrado pelo escritor da revista Active Delphi, Kelver Melotti. O minicurso teve como objetivo, mostrar como é realizado o desenvolvimento mobile na plataforma Delphi, ferramenta já utilizada pela empresa para o desenvolvimento de alguns sistemas.

Com a grande inserção de smartphones e tablets no mercado brasileiro, é importante que a empresa esteja preparada para atender novas aplicações. Contando com uma equipe preparada e de alto conhecimento, a OraSystems acredita estar pronta para novos desafios.

Colaboradores da OraSystems com Kelver Minotti
André, Luis Fernando, Lucas, Eduardo e Vinícius com Kelver Minotti

A Compweek conta com o apoio da Fatec Jales, Etec Jales e Unijales, em sua 5° edição, o evento foi realizado no período de 08 a 12 de setembro de 2015. O mesmo tem como objetivo mostrar novas tecnologias para os alunos e profissionais da região. Além de minicursos também contou com palestras que abordaram não apenas assuntos tecnológicos, mas também de sustentabilidade. Confira a programação abaixo.

Programação da 5 Compweek
Share
10 fev 2015

5 passos para desenvolver um aplicativo

5 passos para desenvolver um aplicativo

O mercado de aplicativos é algo que cresce cada vez mais no setor da tecnologia. Só em 2013, o aumento foi de 65% segundo a pesquisa “Hábitos de Consumo de Mídia pela População Brasileira”, do IBOPE. Contudo, enquanto muitas pessoas e empresas pensam em criar seu próprio app, falta informação ou uma boa estratégia de como chegar lá.

Pensando nisso, a Infobase Interativa criou um “passo a passo” com cinco etapas de como criar um app. Confira abaixo quais são elas:

Reprodução

Share
08 jan 2015

Ano com 1 segundo a mais pode afetar internet

Ano com 1 segundo a mais pode afetar internet

Prepare-se para o dia 30 de junho. Na data, existe uma possibilidade considerável que vários computadores e serviços tecnológicos de internet ao redor do mundo apresentem problemas. O motivo? O dia será um pouco mais longo. Mais precisamente 1 segundo mais longo.

A medida foi tomada pelos cientistas do IERS (Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra), organização que responsável por manter padrões de referência e tempo no mundo inteiro. Eles são responsáveis pelo segundo bissexto, que é uma medida para ajustar a rotação da terra ao tempo atômico.

Com isso, no final de 30 de junho, os relógios oficiais mundiais marcarão o bizarro horário de 11h59m60s antes de o dia virar 1º de julho, o que fará com que o dia tenha 86.401 segundos em vez de 86.400. E, quando isso acontece, os computadores ao redor do mundo que usam o relógio mundial como referência podem ficar meio “malucos”, prejudicando sistemas e podendo dar problema em vários serviços de internet ao redor do mundo.

Da última vez que isso aconteceu, em 2012, vários sites acabaram caindo, como foi o caso do LinkedIn e do Reddit,como cita o Techie News. Isso acontece porque quando uma máquina recebe um comando para realizar uma operação em um segundo repetido, o computador pode não ter certeza sobre o que fazer, o que pode resultar em um crash.

Algumas empresas já estão se preparando para este momento. É o caso do Google que desenvolveu uma técnica própria para evitar que seus servidores apresentem problemas na data, e isso começa desde já.

O Google começará a adicionar regularmente milissegundos ao relógio até o evento para tentar enganar os sistemas operacionais utilizando uma medida praticamente insignificante.

A adição de um segundo a mais no relógio não é uma novidade, no entanto. Como dito, em 2012 ela já aconteceu e causou problemas, mas trata-se de um processo antigo. A primeira vez que ocorreu foi em 1972, mas só agora tem se tornado um fator problemático, graças ao número cada vez maior de computadores sincronizados aos relógios oficiais mundiais.

Share
08 jan 2015

Spartan, suposto navegador da Microsoft

Spartan, suposto navegador da Microsoft

No final de dezembro, foi divulgado que a Microsoft estaria preparando um novo navegador para o Windows, no entanto, sem a intenção de substituir o Internet Explorer. Ele foi apelidado de “Spartan”.

Nesta terça-feira, 6, uma imagem que mostrava o layout do browser vazou e hoje, 7, duas nova fotos estão circulando na internet. Trata-se da barra de endereços do Spartan. As imagens mostram não só abas quadradas, semelhantes à do Chrome e Firefox, também outras ferramentas comuns como a estela dos favoritos.

Reprodução

Reprodução

Além disso, é possível ver um botão para “modo de leitura” que provavelmente transforma páginas da web em formatação de livro, e um botão de compartilhamento para redes sociais e e-mail.

A Microsoft não confirmou e nem negou o desenvolvimento do Spartan. Fontes afirmam, no entanto, que ele deverá ser apresentado no próximo dia 21, junto do Windows 10, em um evento da companhia.

Share